Banner do sítio Web dos Detectives do Clima para crianças_1500x500_v2 (2)

Sobre os Detectives Clim√°ticos

Os Detectives do Clima desafiam os alunos a fazer a diferença na investigação e proteção da Terra!

Neste projeto, os alunos assumir√£o o papel de Detectives do Clima enquanto aprendem sobre Ambiente e clima da Terra.

O projeto está estruturado em três fases: 

  • Fase 1 - As equipas identificam um problema ambiental ou clim√°tico da Terra
  • Fase 2 - As equipas investigam o problema utilizando imagens de sat√©lite reais ou as suas pr√≥prias medi√ß√Ķes no terreno¬†
  • Fase 3 - As equipas prop√Ķem ac√ß√Ķes para "fazer a diferen√ßa" e partilham os seus resultados

Para o nível de iniciação, consultar Crianças Detectives do Clima. 

 

Detectives do clima (categoria de investigação)

Até 8 meses

Dos 8 aos 19 anos de idade

2 alunos até à turma inteira

Competitivo (*)

(*) as equipas seleccionadas pelos Organizadores Nacionais serão convidadas para um evento de aprendizagem e celebração num local da ESA.

Até 8 meses

Dos 8 aos 19 anos de idade

2 alunos até à turma inteira

Competitivo (*)

(*) as equipas seleccionadas pelos Organizadores Nacionais serão convidadas para um evento de aprendizagem e celebração num local da ESA.

Iniciar a investigação

Climate Detectives é gerido pela Agência Espacial Europeia (ESA) em colaboração com os Gabinetes Europeus de Recursos Educativos Espaciais (ESERO) de toda a Europa.

Para mais informa√ß√Ķes sobre o cronologia e o registo visite a p√°gina do seu pa√≠s.

Porquê participar

Ao participarem no projeto "Detectives do Clima", os alunos compreender√£o o ambiente da Terra como um sistema complexo e em mudan√ßa, bem como aprender√£o a import√Ęncia de respeitar o nosso ambiente.¬†

Os estudantes terão a oportunidade de aprender com cientistas e especialistas em Observação da Terra através de vídeos, webinars e outras oportunidades organizadas a nível nacional.

Quem pode participar

  • Faixa et√°ria: A participa√ß√£o est√° aberta a equipas de estudantes at√© aos 19 anos de idade.
  • As equipas: deve ser composto por um m√≠nimo de dois alunos at√© √† totalidade da turma.
  • Cada equipa deve ser supervisionada por um professor ou mentor atuar como ponto de contacto da equipa com o Servi√ßo Educativo da ESA e, se for caso disso, com o respetivo Organizador Nacional.
  • Pelo menos 50% dos membros da equipa devem ter a nacionalidade de um Estado-Membro da ESA. Para al√©m dos 22 Estados-Membros, tamb√©m o Canad√°, a Let√≥nia, a Litu√Ęnia, a Eslov√°quia e a Eslov√©nia, com base nos seus acordos com a ESA, podem participar plenamente nos programas do Gabinete de Educa√ß√£o da ESA. No √Ęmbito do atual acordo de colabora√ß√£o entre a ESA e a Rep√ļblica de Malta, as equipas de Malta podem tamb√©m participar no projeto Climate Detectives.

Torne-se um detetive do clima

O projeto escolar dos Detectives do Clima está dividido em três fases ao longo do ano letivo:

Fase 1

Equipa e ler atentamente as orienta√ß√Ķes do projeto.

Identificar a sua pergunta de investigação e os dados a investigar.

Registe-se a sua equipa e ação pormenores do seu plano de investigação (*)

Fase 2

Investigar o seu problema e recolher dados.

Organizar e gerir dados.

Analisar dados e tirar conclus√Ķes.

Fase 3

Decidir sobre as ac√ß√Ķes a tomar.

Apresentar o projeto.

Envie para e partilhar o seu projeto e conclus√Ķes em climatedetectives.esa.int.

Evento de aprendizagem e celebração

As equipas seleccionadas pelos organizadores nacionais serão convidadas para uma evento de aprendizagem e celebração num local da ESA em maio/junho de 2024.

(*) O plano de investiga√ß√£o servir√° de guia para as etapas seguintes da investiga√ß√£o das equipas. Os organizadores nacionais, com a ajuda de cientistas e peritos em OT, podem dar feedback e fazer recomenda√ß√Ķes sobre o plano de investiga√ß√£o apresentado.¬†

Climate Detectives é uma atividade baseada em projectos concebida para ser concluída em 8 meses, mas pode ser adaptada. O calendário e os momentos de apresentação podem variar consoante o organizador nacional. Verificar aqui se existe um organizador nacional no seu país.

‚ÜĎ Vista de sat√©lite Copernicus Sentinel-2B do Lago MacKay, Austr√°lia

Informa√ß√Ķes gerais

O guia do professor dos Detectives do Clima fornece um conjunto de passos e abordagens que os professores podem empregar com os alunos para garantir que a participação no projeto dos Detectives do Clima replica o método científico. O Guia do Professor está dividido em três fases que correspondem às diferentes fases do projeto:

  • Fase 1: Identificar um problema ambiental ou clim√°tico
  • Fase 2: Investigar o problema
  • Fase 3: Partilhar resultados e fazer a diferen√ßa

Descarregar o guia do professor em formato PDF em ingl√™s ou consultar mais informa√ß√Ķes sobre as diferentes fases abaixo.¬†¬†

Fase 1 - Identificar um problema ambiental ou clim√°tico

Na Fase 1, o objetivo é levar os alunos a refletir e debater sobre o ambiente e o clima da Terra e orientá-los para a identificação de um problema ambiental local que gostariam de investigar como "Detectives do Clima". O planeamento é um passo importante em qualquer investigação. 

As 4 etapas envolvidas na fase 1 s√£o:

√ćcones do projeto Climate-Detectives-02.png

Embora não seja uma necessidade absoluta para o projeto, o estabelecimento de uma linha de base de conhecimentos dos alunos sobre o tema é reconhecido como uma boa prática. Quando os alunos estão envolvidos e o seu interesse e curiosidade são estimulados, é mais provável que participem ativamente no processo de se tornarem Detectives do Clima.

No decurso do projeto, os alunos ter√£o a oportunidade de aumentar e consolidar a sua compreens√£o dos principais t√≥picos e conceitos relacionados com o ambiente, o clima e as altera√ß√Ķes clim√°ticas. No in√≠cio, os professores podem garantir que os alunos t√™m um conhecimento b√°sico das palavras-chave, da terminologia e dos conceitos, dando-lhes assim as ferramentas e a linguagem necess√°rias para embarcarem no projeto.

Eis alguns exemplos de como os alunos podem ser envolvidos e os seus conhecimentos prévios activados:

  • Questionamento: Pergunte aos alunos o que √© que eles sabem sobre o nosso ambiente e clima? Sabem a diferen√ßa entre tempo e clima? J√° ouviram falar das causas e dos efeitos das altera√ß√Ķes clim√°ticas no ambiente?
  • V√≠deos: Pe√ßa aos alunos para verem pequenos document√°rios ou v√≠deos sobre o tema.
  • Pesquisa na Web: Pe√ßa aos alunos que efectuem pesquisas na Internet para explorar palavras-chave e terminologias (ver exemplos abaixo).
  • Mapa mental: Pe√ßa aos alunos que elaborem um mapa mental que ilustre o que sabem sobre o ambiente e o clima da Terra, quer como atividade de turma, de grupo ou individual.

 

Introduzir palavras-chave, termos e conceitos

H√° v√°rias palavras e express√Ķes-chave que os alunos ter√£o de compreender e utilizar neste projeto. Estas incluem:

  • Clima
  • Altera√ß√Ķes Clim√°ticas
  • Tempo
  • Eventos clim√°ticos
  • Combust√≠veis f√≥sseis
  • Gases com efeito de estufa
  • Efeito de estufa
  • Aquecimento global
  • Polui√ß√£o ambiental

À medida que forem surgindo palavras e frases chave, é boa ideia anotá-las num quadro branco ou flipchart para que os alunos se lembrem delas mais tarde. Utilize alguns dos Recursos de Sala de Aula inspiradores para os Detectives do Clima disponíveis na Secção de Recursos. 

Seguem-se algumas sugest√Ķes de actividades na sala de aula que ajudar√£o a melhorar a compreens√£o da terminologia e dos conceitos-chave por parte dos alunos.

Sugest√Ķes de actividades para o ensino prim√°rio

Nariz alto no c√©u: Esta atividade foi concebida para os alunos do ensino b√°sico aprenderem como os seus sentidos podem ser utilizados para descrever as condi√ß√Ķes meteorol√≥gicas. Os alunos constroem uma pequena esta√ß√£o meteorol√≥gica e fazem medi√ß√Ķes do tempo, aprendendo que os cientistas precisam de ter acesso a instrumentos fi√°veis para fazer previs√Ķes meteorol√≥gicas precisas.
Recurso de acesso aqui.


O gelo está a derreter: Este conjunto de quatro actividades permite que os alunos do ensino primário explorem o impacto que o aquecimento global e o degelo podem ter no nível do mar. Os alunos aprendem a diferença entre o gelo terrestre e o gelo marinho e analisam a razão pela qual o gelo na Terra está a derreter. Investigam os efeitos respectivos do degelo do gelo terrestre e do gelo marinho.
Recurso de acesso aqui.


Terra debaixo da tampa: Os alunos do ensino primário investigam o que é o efeito de estufa e analisam um vídeo para debater as consequências do aumento da quantidade de gases com efeito de estufa.
Recurso de acesso aqui.


 

 

Sugest√Ķes de actividades para o ensino secund√°rio

O efeito de estufa e as suas consequências: Este conjunto de actividades inclui experiências práticas e a interpretação de imagens de satélite para melhor compreender os efeitos do aquecimento global.
Recurso de acesso aqui.


Gelo marinho visto do espa√ßo: Os alunos investigam o gelo marinho do √Ārtico. Aprender√£o em que locais do mundo √© poss√≠vel encontrar gelo marinho e analisar√£o dados actualizados e de longo prazo sobre a concentra√ß√£o de gelo marinho.
Recurso de acesso aqui.


Auto-estradas dos oceanos: Os alunos aprendem sobre as correntes mar√≠timas, as auto-estradas dos oceanos e a sua import√Ęncia para a compreens√£o dos climas locais.
Recurso de acesso aqui.

 

Explore os mini-estudos de caso dos Detectives do Clima sobre diferentes temas para ter uma ideia de como poder√° ser o seu projeto. Encontrar√° exemplos de actividades baseadas em situa√ß√Ķes do mundo real.

Os alunos estão agora prontos para formular uma pergunta de investigação. Para os ajudar a concentrarem-se num tópico que gostariam de investigar, podem

  • Visite a plataforma de partilha de projectos climatedetectives.esa.int para pesquisar anteriores Detectives Clim√°ticos entradas.
  • Investiga√ß√£o meios de comunica√ß√£o locais e procurar artigos que exponham problemas ambientais e clim√°ticos locais nas suas comunidades.
  • Verificar se existem relat√≥rios sobre altera√ß√Ķes ambientais recentes, incidentes que tenham polu√≠do o ambiente ou acontecimentos clim√°ticos que possam ajudar a identificar perguntas adequadas.
  • Contacto autoridades ambientais locais para perguntar se t√™m preocupa√ß√Ķes sobre o ambiente local e as quest√Ķes clim√°ticas, incluindo inunda√ß√Ķes, tempestades ou altera√ß√Ķes na biodiversidade.
  • Identificar caracter√≠sticas geogr√°ficas e habitats adequados para investiga√ß√£o na sua localidade, por exemplo, recintos escolares, parques, bosques, rios, serras, praias arenosas, etc.

O que faz uma boa pergunta de investigação?

Debater ideias na sala de aula. As ideias e as perguntas podem ser expostas e partilhadas num mural de ideias. Os alunos podem depois discutir as várias ideias. Os alunos podem ser orientados para formular uma boa pergunta de investigação utilizando os seguintes critérios:

  • A pergunta enquadra-se no tema do inqu√©rito?
  • A pergunta est√° centrada num √ļnico problema ou quest√£o?
  • A pergunta √© demasiado ampla ou demasiado restrita?
  • A pergunta √© clara e concisa?
  • A resposta √† pergunta √© demasiado f√°cil de obter?
  • A quest√£o √© vi√°vel (considere o tempo, o acesso a recursos, a capacidade dos alunos)?

Os alunos podem imprimir o planeador de quest√Ķes de investiga√ß√£o para redigir a sua pergunta de investiga√ß√£o. Isto ajud√°-los-√° a selecionar e a chegar a acordo sobre a melhor pergunta de investiga√ß√£o para o projeto, tendo em conta o que constitui uma boa pergunta de investiga√ß√£o.

Uma vez decidida a questão de investigação, os alunos devem planear os dados de observação da Terra que precisam de recolher e os estudos de campo/laboratório necessários para responder à questão.

Os alunos podem ser incentivados a verificar o que as equipas investigaram e que dados recolheram/analisaram nas edi√ß√Ķes anteriores, visitando a plataforma de partilha de projectos climatedetectives.esa.int.

 

Tipos de dados de observação da Terra

A observa√ß√£o da Terra (OE) √© a recolha, an√°lise e apresenta√ß√£o de dados para melhor compreender o nosso planeta. As observa√ß√Ķes da Terra podem ser efectuadas a um n√≠vel do solo local ou adquiridos a plataformas de dete√ß√£o remota como os sat√©lites. Como os sat√©lites adquirem continuamente imagens do nosso planeta a partir da √≥rbita, tornaram-se poderosos instrumentos cient√≠ficos que permitem uma melhor compreens√£o da Terra e do seu ambiente. A partir de cima, os sat√©lites podem recolher dados de locais em todo o mundo, incluindo lugares demasiado remotos para serem visitados pessoalmente.

As observa√ß√Ķes da Terra podem incluir:

  • medi√ß√Ķes efectuadas por um term√≥metro, um medidor de vento, uma boia oce√Ęnica, um alt√≠metro ou um sism√≥metro;
  • fotografias tiradas no solo ou a partir de avi√Ķes;
  • imagens de radar ou sonar de instrumentos terrestres ou oce√Ęnicos;
  • notas de um observador de aves sobre as suas observa√ß√Ķes;
  • imagens obtidas por sat√©lites de dete√ß√£o remota;
  • medir a altera√ß√£o do uso do solo;
  • acompanhamento da biodiversidade e das tend√™ncias da vida selvagem;
  • informa√ß√Ķes processadas, tais como mapas ou previs√Ķes meteorol√≥gicas;
  • monitoriza√ß√£o e resposta a cat√°strofes naturais, como inc√™ndios e inunda√ß√Ķes.

 

Como podem ser recolhidos os dados terrestres locais?

Família Sentinela
  • Observa√ß√Ķes
  • Medi√ß√Ķes
  • Contagem
  • Inqu√©ritos
  • Experi√™ncias laboratoriais
  • Experi√™ncias no terreno

 

Como se pode ter acesso aos dados via satélite?

A Ag√™ncia Espacial Europeia (ESA) est√° a desenvolver uma nova fam√≠lia de sat√©lites denominados Sentinels para o programa Copernicus da Uni√£o Europeia. Cada sat√©lite Sentinel transporta instrumentos de √ļltima gera√ß√£o que geram imagens e dados abertos a utilizadores de todo o mundo, dando a todos a oportunidade de se tornarem observadores da Terra.

 

EO Browser

EO Browser √© uma plataforma online que combina um arquivo de diferentes miss√Ķes de observa√ß√£o da Terra e pode ser usada para encontrar imagens de sat√©lite de qualquer √°rea de interesse. Os dados est√£o dispon√≠veis gratuitamente.
Modo de Educação do EO Browser dá a opção de aceder a dados de satélite específicos adaptados a um tema selecionado.

Plataforma em linha EO Browser

 

Os alunos devem ter uma ideia clara dos dados/miss√£o de sat√©lite que pretendem explorar para os ajudar na sua investiga√ß√£o. Consulte a sec√ß√£o Recursos para obter mais informa√ß√Ķes.

 

Qualidade dos dados

Os dados devem ser bons:

  • Precis√£o (leitura correcta dos instrumentos)
  • Fi√°vel e v√°lido (de confian√ßa)
  • Completo (sem dados em falta / sem lacunas nos dados)
  • Relevantes (os dados ajudar√£o a responder √† pergunta de investiga√ß√£o?)
  • Abrangente (os alunos podem estar interessados em registar uma vari√°vel de dados, por exemplo, a temperatura, MAS pode ser √ļtil incluir outras vari√°veis, como a velocidade do vento, a humidade e a cobertura de nuvens, uma vez que estas podem ser √ļteis na an√°lise das tend√™ncias da temperatura.

 

Determinar como o problema ser√° investigado e que dados ser√£o analisados

O que é que equipamentos e materiais serão necessários?

  • O equipamento est√° dispon√≠vel na escola?
  • √Č necess√°rio adquirir equipamento especial?
  • Onde √© que se pode encontrar equipamento e materiais?
  • Que imagens e dados de sat√©lite de observa√ß√£o da Terra podem ser utilizados?


Quem vai levar a cabo a investigação?

  • Toda a turma
  • Uma equipa
  • Clube p√≥s-escolar
  • Que professor(es) supervisionar√°(√£o) o projeto?
  • Os alunos est√£o cientes das suas fun√ß√Ķes e responsabilidades?

 

Como os dados ser√£o acedidos, recolhidos e referenciados?

  • Dados auto-recolhidos, por exemplo, dados de observa√ß√£o recolhidos pelos pr√≥prios alunos
  • Em linha, por exemplo, s√≠tios Web, aplica√ß√Ķes para smartphones, publica√ß√Ķes nas redes sociais, dados de sat√©lite e navegadores de imagens
  • Offline, por exemplo, livros, revistas acad√©micas, trabalhos de investiga√ß√£o, artigos de jornal
  • Os alunos est√£o convencidos de que a fonte de dados √© fi√°vel e de uma fonte com boa reputa√ß√£o?
  • Todas as fontes est√£o referenciadas?


Onde a investigação/pesquisa será efectuada?

  • Laborat√≥rio escolar
  • Recinto escolar
  • Localidade
  • √Č necess√°ria uma autoriza√ß√£o especial?
  • √Č necess√°ria uma avalia√ß√£o dos riscos?


√Č importante considerar a forma como os dados ser√£o registados e organizados ao longo da investiga√ß√£o. Os alunos devem manter um di√°rio de bordo em papel ou digital ou folhas de registo.

 

 

 

A √ļltima etapa da fase 1 √© o registo da equipa e a apresenta√ß√£o do plano de investiga√ß√£o. Partilhem com a comunidade qual √© a vossa quest√£o de investiga√ß√£o e qual o problema que planeiam investigar. O plano de investiga√ß√£o servir√° de guia para as etapas seguintes da investiga√ß√£o das equipas.

Os principais elementos de informação necessários são:

  • T√≠tulo do projeto
  • Qual √© a sua pergunta de investiga√ß√£o?
  • Descreva o problema/quest√£o ambiental local que pretende investigar.
  • Que tipo de dados de observa√ß√£o da Terra vai usar?


Descreva como tenciona investigar o problema e quais os dados que tenciona analisar.
Os alunos podem utilizar o modelo de plano de investigação no Anexo 3 para finalizar o seu plano de Detectives do Clima antes de o submeterem em linha. Os professores devem registar-se e apresentar o plano de investigação em linha. Para se inscrever, consulte: climatedetectives.esa.int.


Os organizadores nacionais, com a ajuda de cientistas e peritos em OT, podem dar feedback e fazer recomenda√ß√Ķes sobre o plano de investiga√ß√£o apresentado. Para receber as reac√ß√Ķes, ter√° de apresentar o seu plano antes de um determinado prazo. Verifique todos os pormenores na p√°gina do seu organizador nacional.

Fase 2 - Investigar o problema

Na Fase 2 do projeto "Detectives do Clima", os alunos ir√£o coletar dados adequados, compilar esses dados, analisar as suas descobertas e desenhar conclus√Ķes.

Os alunos v√£o recolher, analisar e comparar dados para chegar a uma conclus√£o sobre o problema que est√£o a investigar. A utiliza√ß√£o de dados √© obrigat√≥ria para a realiza√ß√£o do projeto. Podem ser dados obtidos por sat√©lite ou no solo a partir de fontes profissionais, dados obtidos a partir de medi√ß√Ķes efectuadas pelos alunos ou uma combina√ß√£o de ambos. Por exemplo, as equipas podem fazer observa√ß√Ķes meteorol√≥gicas e compar√°-las com dados clim√°ticos hist√≥ricos.

As 3 etapas envolvidas na fase 2 s√£o:

Detectives do Clima project_icons-03

Ao desenvolver o seu plano de investiga√ß√£o na fase 1 do projeto, os alunos saber√£o os dados que precisam de recolher/analisar para responder √† sua pergunta de investiga√ß√£o. Chegou o momento de come√ßar a recolher esses dados. √Č importante que todos os dados recolhidos sejam registados e, para isso, os alunos podem ter um di√°rio de bordo ou folhas de registo onde anotam as informa√ß√Ķes relevantes.

Os dados de observa√ß√£o da Terra utilizados pelos alunos no projeto "Detectives do Clima" podem ser medi√ß√Ķes no solo OU dados de sat√©lite. Os alunos podem tamb√©m utilizar ambos os tipos de dados nas suas investiga√ß√Ķes.

O professor ter√° uma vis√£o geral da investiga√ß√£o que est√° a ser realizada pela equipa e pode dar orienta√ß√Ķes enquanto observa os alunos, assegurando que estes se mant√™m no caminho certo. O professor pode acompanhar os alunos regularmente e intervir se os alunos estiverem a ter dificuldades. Os professores podem colocar quest√Ķes de orienta√ß√£o aos alunos e talvez dar-lhes dicas √ļteis para que possam progredir eficazmente na recolha de dados relevantes. O professor tamb√©m garante que as directrizes de seguran√ßa s√£o respeitadas durante a recolha de dados.

 

Dados de terra

Estes s√£o os dados recolhidos in situ pelos alunos. Os alunos ter√£o decidido sobre um certo n√ļmero de vari√°veis ambientais e clim√°ticas que querem medir e registar a n√≠vel local, tendo em mente as caracter√≠sticas de bons dados.

Informa√ß√Ķes importantes a incluir no um di√°rio de bordo, uma folha de registo ou uma folha de c√°lculo podem incluir:

  • Data
  • Hora do dia
  • Localiza√ß√£o (mapa e GPS)
  • Vari√°vel clim√°tica (temperatura, humidade, velocidade do vento, precipita√ß√£o, nebulosidade)
  • Registos de observa√ß√£o
  • Medi√ß√Ķes / contagens
  • Respostas ao inqu√©rito
  • Dados da experi√™ncia de campo
  • Dados de experi√™ncias laboratoriais

 

Os alunos devem fazer notas pormenorizadas da forma como realizaram o seu trabalho, uma vez que esta informação pode ser necessária numa fase posterior do projeto e é também uma boa prática científica. Os pormenores podem incluir:

  • Instrumentos utilizados
  • Como foram utilizados
  • Unidades das medi√ß√Ķes efectuadas
  • Aparelhos cient√≠ficos para experi√™ncias de campo e de laborat√≥rio
  • Reagentes e concentra√ß√£o utilizados
  • Quaisquer controlos utilizados
  • Eventuais dificuldades ou acontecimentos inesperados
  • Como √© que o preconceito foi tratado ou limitado

 

Toda esta informa√ß√£o ser√° √ļtil quando os alunos estiverem a analisar os seus dados numa fase posterior do projeto.

Prova de estudantes no trabalho também pode ser documentado por meio de:

  • Fotografias do local onde os dados est√£o a ser recolhidos
  • V√≠deos
  • Fotografias dos membros da equipa no trabalho (certifique-se de que segue as regras do RGPD da sua escola)
  • Capturas de ecr√£ dos dados que est√£o a ser recolhidos
  • Esbo√ßos etiquetados de experi√™ncias no terreno ou no laborat√≥rio


Isto pode ser √ļtil para comunicar o trabalho realizado pelos alunos durante a Fase 3 do projecto.

 

Acesso e utilização de dados via satélite


Existe uma frota de satélites em órbita da Terra que recolhe dados e monitoriza o ambiente e o clima da Terra a partir do espaço (remotamente). Estes satélites utilizam uma grande variedade de sensores para fornecer um banco de dados actuais e históricos sobre uma vasta gama de variáveis ambientais e climáticas. Os dados estão disponíveis gratuitamente para os estudantes.

Os alunos t√™m acesso a dados relacionados com a temperatura da terra, qualidade do ar, padr√Ķes de vegeta√ß√£o, cobertura de gelo, oceanos e muito mais. Os dados e imagens de sat√©lite podem ser acessados, e os dados recuperados podem ser usados para responder √† pergunta de pesquisa que foi identificada na Fase 1 do projeto Climate Detectives.

Se os alunos estiverem a utilizar dados e imagens de satélite para investigar o seu problema, devem tomar notas pormenorizadas, incluindo:

  • Citar a liga√ß√£o para as aplica√ß√Ķes utilizadas
  • Data em que procuraram os dados
  • √Ārea pesquisada
  • Registar se se trata de dados actuais ou de dados hist√≥ricos
  • Recuperar e guardar os dados
  • Descarregar e guardar imagens de sat√©lite que pretendam utilizar
  • Imprimir dados e imagens

Os alunos têm agora os seus dados num diário de bordo, numa folha de cálculo ou em folhas de registo. Precisam de compilar estes dados para que a pergunta de investigação possa ser respondida.

A primeira etapa da compila√ß√£o dos dados consiste em transcrever os dados do di√°rio de bordo para uma forma que seja f√°cil de interpretar e em que as rela√ß√Ķes entre as vari√°veis possam ser facilmente observadas.

Podem compilar tabelas de dados claramente identificadas. Estes podem depois ser usados para criar diferentes tipos de gr√°ficos para mostrar os seus dados e permitir que padr√Ķes, tend√™ncias e semelhan√ßas/diferen√ßas sejam vistos mais claramente, por exemplo:

  • gr√°ficos de linhas
  • diagramas de dispers√£o
  • gr√°ficos de tend√™ncias
  • gr√°ficos de barras
  • gr√°ficos de pizza


Na construção de gráficos, os alunos são encorajados a utilizar papel milimétrico (se forem eles próprios a desenhar o gráfico) ou a utilizar software de folha de cálculo. Os gráficos devem incluir o seguinte:

  • t√≠tulo do gr√°fico
  • eixos claramente rotulados
  • unidades de medida
  • escala apropriada


Os alunos podem incluir simples cálculos estatísticos / matemáticos como a dimensão da amostra, a média, a mediana e o intervalo.

Estes quadros e gr√°ficos ser√° √ļtil na Fase 3 do projeto, quando os alunos estiverem a partilhar os seus resultados e a comunicar as suas descobertas.

S√≥ agora √© que os dados est√£o prontos para serem interpretados e analisados. Os dados recolhidos e compilados constituir√£o a base para a discuss√£o, o racioc√≠nio e a reflex√£o. Os alunos est√£o a examinar os dados para encontrar rela√ß√Ķes entre vari√°veis.

Os alunos podem utilizar as seguintes perguntas para avaliar se as suas conclus√Ķes respondem √† sua pergunta de investiga√ß√£o:

  • Os dados respondem √† pergunta de investiga√ß√£o?
  • Existem tend√™ncias/padr√Ķes √≥bvios?
  • O que podem significar as tend√™ncias/padr√Ķes?
  • H√° alguma disparidade ou algo que pare√ßa incorreto? Pode ser explicado?
  • Os alunos podem tirar conclus√Ķes dos seus resultados?
  • Existem limita√ß√Ķes √†s conclus√Ķes?
  • A pergunta de investiga√ß√£o tem resposta suficiente?
  • √Č necess√°ria mais investiga√ß√£o?

Fase 3 - Fazer a diferença

A Fase 3 √© a fase final do projeto "Detectives do Clima". √Č uma celebra√ß√£o do trabalho efectuado pelos alunos. Eles abra√ßaram o papel de Detectives do Clima. Como qualquer trabalho de detetive, este envolveu a identifica√ß√£o de um problema ambiental local, a sua investiga√ß√£o e, finalmente, a apresenta√ß√£o de uma poss√≠vel solu√ß√£o. O seu trabalho de detetive est√° conclu√≠do e est√£o prontos a propor uma forma de monitorizar ou atenuar o problema. Est√£o prontos para fazer a diferen√ßa.

Os alunos, depois de terem analisado os seus dados e estabelecido a liga√ß√£o entre os seus resultados e a sua quest√£o de investiga√ß√£o, reflectem sobre as suas conclus√Ķes retiradas da Fase 2. Com base nessas conclus√Ķes, decidem quais as ac√ß√Ķes que querem tomar - como indiv√≠duos e como cidad√£os - para ajudar a resolver o problema. Em seguida, preparam-se para apresentar o seu trabalho de forma clara e concisa, para que possam mostrar e partilhar as suas conclus√Ķes e comunicar a sua mensagem.

A comunicação é uma competência científica valiosa e a Fase 3 do projeto Climate Detectives constitui uma oportunidade para os estudantes a promoverem. Os alunos partilham o seu trabalho com a sua escola, com a comunidade de Detectives do Clima da ESA e talvez com a comunidade em geral. Desta forma, todos podem beneficiar e aprender com o seu trabalho, ao mesmo tempo que os alunos podem aumentar a consciencialização para o problema que investigaram.

As 3 etapas envolvidas na fase 1 s√£o:

Detectives do Clima project_icons-04

Com base nos resultados e conclus√Ķes da fase 2, as equipas decidem sobre as ac√ß√Ķes a tomar para resolver o problema que investigaram. Prop√Ķem a forma como, como indiv√≠duos e como comunidade, podem fazer a diferen√ßa, referindo-se √† sua quest√£o de investiga√ß√£o inicial. Como parte da fase 3, os alunos apresentam e comunicam o seu trabalho.

Os alunos devem ser lembrados de que o foco da Fase 3 √© FAZER A DIFEREN√áA. √Č importante destacar e comunicar as ac√ß√Ķes que a equipa recomenda para monitorizar e atenuar o problema que abordaram. A apresenta√ß√£o do seu trabalho e a partilha das suas conclus√Ķes servem de plataforma para a importante mensagem do projeto. As ac√ß√Ķes n√£o precisam de se limitar ao tempo de escola; por exemplo, os alunos podem levar ideias para casa e envolver as suas fam√≠lias para as porem em pr√°tica no seu dia a dia, ou fazer uma apresenta√ß√£o ou organizar uma campanha na sua escola ou comunidade local para aumentar a sensibiliza√ß√£o.

Os alunos podem apresentar o trabalho que realizaram de várias formas, permitindo-lhes explicar de forma clara e concisa o seu projeto Climate Detectives. Podem recolher ideias e inspiração de projectos anteriores com diferentes abordagens para apresentar o seu trabalho, acessíveis através da plataforma de partilha climatedetectives.esa.int.

 

Cartaz do projecto

  • Conceber um cartaz de apresenta√ß√£o do trabalho realizado que inclua o seguinte:
  • T√≠tulo do projeto
  • Pergunta de pesquisa
  • Dados recolhidos
  • Quadros e gr√°ficos
  • Fotografias
  • Esbo√ßos
  • Resultados e conclus√Ķes
  • Conclus√Ķes
  • Ac√ß√Ķes a empreender para fazer a diferen√ßa
  • Investiga√ß√£o adicional


Apresentação de diapositivos

Fazer uma apresentação de diapositivos sobre o trabalho efectuado durante a investigação. Cada diapositivo pode conter alguns dos seguintes elementos:

  • T√≠tulo do projeto
  • Descri√ß√£o de uma palavra
  • Quadro de dados
  • Gr√°ficos
  • Fotografias
  • Resultados e conclus√Ķes
  • Conclus√Ķes
  • Ac√ß√Ķes a empreender para fazer a diferen√ßa
  • Investiga√ß√£o adicional


Quando utilizar diapositivos, tente usar um visual consistente. N√ÉO altere o tamanho e a cor do tipo de letra de diapositivo para diapositivo. Use apenas marcadores e frases curtas. As fotografias e as ilustra√ß√Ķes podem ser uma excelente forma de ilustrar um ponto sem utilizar palavras. Encontrar imagens pode ser demorado, mas vale a pena. Certifique-se de que as imagens s√£o de utiliza√ß√£o livre e que a fonte √© mencionada.

 

Fazer um vídeo

As equipas de Detectives do Clima podem ter um registo em v√≠deo do trabalho realizado, que podem editar para produzir um pequeno filme do seu estudo. Podem decidir filmar alguns alunos a explicar como foi realizada a investiga√ß√£o e quais as conclus√Ķes e ac√ß√Ķes que recomendariam. O v√≠deo n√£o deve ter mais de 3 minutos de dura√ß√£o. Se gravar e partilhar um v√≠deo, certifique-se de que segue as regras do RGPD da sua escola.

As equipas poder√£o partilhar os seus principais resultados e ac√ß√Ķes na plataforma de partilha Climate Detectives. No final do projeto, todas as equipas que partilharem o seu projeto receber√£o um certificado de participa√ß√£o por correio eletr√≥nico. Em conjunto, todas as equipas participantes celebram o seu sucesso num evento final em linha.


Resumo do projeto

Os alunos devem redigir um resumo simples e específico do inquérito, que deve incluir o seguinte

  • T√≠tulo do projeto
  • Pergunta de pesquisa
  • Resumo do projeto: Uma breve descri√ß√£o que resuma o problema local investigado e como e que explique a sua rela√ß√£o com o ambiente. Se tiver sido realizado trabalho experimental, as equipas devem descrever a conce√ß√£o da experi√™ncia e incluir quaisquer imagens ou diagramas como parte da explica√ß√£o. Se tiverem sido analisados dados, as equipas devem descrever a fonte dos dados e o tipo de dados (m√°x. 300 palavras).
  • Principais resultados e conclus√Ķes: Um resumo dos principais resultados da investiga√ß√£o, o seu significado e um resumo das principais conclus√Ķes. Os resultados podem ser apresentados sob a forma de quadros, tabelas ou gr√°ficos. As conclus√Ķes devem tentar responder √† pergunta de investiga√ß√£o. (m√°x. 300 palavras).
  • Ac√ß√Ķes para fazer a diferen√ßa e ajudar a minimizar o problema: Uma panor√Ęmica das ac√ß√Ķes tomadas para ajudar a diminuir o problema e/ou sensibilizar as comunidades locais (m√°x. 300 palavras).
  • Facultativo: uma liga√ß√£o para um s√≠tio Web/v√≠deo sobre o projeto (m√°x. 3 min.).

 

N√£o se esque√ßa de respeitar o n√ļmero de palavras exigido. Pode utilizar o modelo de relat√≥rio final que consta do Ap√™ndice. O relat√≥rio final deve ser partilhado em ingl√™s em https://climatedetectives.esa.int .

O resumo deve ser baseado em notas tomadas e trabalhos conclu√≠dos durante todo o per√≠odo de investiga√ß√£o. Isso inclui informa√ß√Ķes coletadas durante os per√≠odos de planejamento, coleta de dados e an√°lise.

Uma vez decididos o resumo do projeto e a mensagem principal, o desafio seguinte √© promover a mensagem junto de um p√ļblico t√£o vasto quanto poss√≠vel. Para al√©m de partilhar os resultados da investiga√ß√£o atrav√©s de formas mais tradicionais, por exemplo, atrav√©s de um cartaz ou de uma apresenta√ß√£o, h√° uma s√©rie de formas alternativas de envolver as pessoas no seu projeto Climate Detectives. Estas incluem a produ√ß√£o de conte√ļdos para blogues, redes sociais, artigos de estilo revista ou gui√Ķes de podcast. Escrever para estes formatos requer um estilo diferente e √© geralmente mais informal do que o estilo requerido para posters e relat√≥rios.

 

Sítio Web do projeto


√Č mais f√°cil do que nunca criar um s√≠tio Web para organizar os resultados do projeto e comunicar a mensagem do projeto. Existem muitos s√≠tios dispon√≠veis para criar facilmente s√≠tios Web din√Ęmicos utilizando ferramentas como os editores de arrastar e largar. Os alunos podem utilizar o s√≠tio Web para fornecer o resumo do projeto, publicar pormenores das conclus√Ķes, cartazes, apresenta√ß√Ķes, fotografias e v√≠deos e destacar e comunicar as ac√ß√Ķes que a equipa recomenda.

Podem integrar canais de redes sociais no sítio Web. Uma vez criado, é importante garantir que o sítio Web é monitorizado e mantido atualizado. As crianças merecem o mais alto nível de proteção de dados e, por isso, quaisquer dados ou imagens de crianças que não cumpram as regras do RGPD para a sua escola NÃO devem ser partilhados.

 

Redes sociais

Existe uma grande variedade de plataformas de redes sociais que podem ser utilizadas para interagir com um p√ļblico diversificado. As plataformas de redes sociais como o Twitter e o Instagram s√£o √ļteis para fornecer actualiza√ß√Ķes regulares e curtas durante a realiza√ß√£o da investiga√ß√£o, comunicando as principais conclus√Ķes e apelando √†s pessoas para agirem. Os alunos podem considerar escrever uma s√©rie de posts ou tweets e partilhar fotografias que ilustrem o processo de investiga√ß√£o, incluindo a recolha de dados, imagens de locais de investiga√ß√£o e recursos. Estas actualiza√ß√Ķes podem conduzir a uma publica√ß√£o mais longa no blogue que partilhe as conclus√Ķes com mais pormenor. Podem incluir fotografias, mapas e clips de v√≠deo para acrescentar interesse visual e incentivar as pessoas a ler e a partilhar.

 

Os alunos podem utilizar as redes sociais para colocar quest√Ķes e incentivar as pessoas a partilharem as suas opini√Ķes; no entanto, devem pensar cuidadosamente e lembrar-se de n√£o incluir nada que seja, ou possa ser entendido como, insultuoso ou ofensivo para os outros. Recomendamos que os conte√ļdos produzidos para as redes sociais sejam partilhados atrav√©s de plataformas moderadas, por exemplo, escolas, universidades e institui√ß√Ķes de caridade.

 

Os alunos podem utilizar hash tags para ligar o conte√ļdo a organiza√ß√Ķes relevantes para o tema e para destacar o trabalho para os outros. Devem tamb√©m incluir os nomes das redes sociais para chamar a aten√ß√£o de organiza√ß√Ķes espec√≠ficas que possam estar interessadas na mensagem dos Detectives do Clima.