Tempo vs. Clima - Compreender a diferença entre tempo e clima

Breve descrição

Neste conjunto de três actividades, os alunos aprenderão a diferença entre tempo e clima. Identificarão diferentes zonas climáticas e recolherão os seus próprios dados meteorológicos. Analisarão e compararão as medições diárias e mensais da temperatura do ar. Por fim, vão aprender sobre diferentes cenários climáticos e identificar o que isso significa para as temperaturas médias mensais na sua área/país. 

Assunto Matemática, Ciências

Objectivos de aprendizagem
  • Compreender a diferença entre tempo e clima
  • Identificar os elementos e factores do clima (vento, temperatura, pressão atmosférica, precipitação)
  • Identificar as zonas climáticas mundiais detectando algumas características de base
  • Comparar dados meteorológicos e climáticos
  • Aprender a efetuar e recolher medições meteorológicas
  • Calcular a temperatura média semanal/mensal do ar
  • Interpretar quadros e gráficos e tirar conclusões
Faixa etária
8 - 12 anos de idade
Tempo
aproximadamente 45 minutos por atividade
Recurso disponível em:
Atividade 1: É o tempo ou o clima?
Nesta atividade, os alunos vão aprender a diferença entre tempo e clima, analisando diferentes declarações do Paxi. Os alunos devem concluir que o termo "tempo" implica um curto período de tempo (horas ou dias) e que o termo "clima" implica períodos muito mais longos (anos, décadas). 
Atividade 2: Detectives do tempo
Nesta atividade, os alunos fazem as suas próprias observações meteorológicas medindo a temperatura do ar e analisam os dados posteriormente. Os alunos aprendem competências na recolha de dados e praticam o seu tratamento matemático. 
Equipamento
  • Termómetro
  • Folha de actividades do aluno
  • Calculadora
Atividade 3: Repórteres sobre o clima
Nesta atividade, os alunos irão observar os cenários climáticos futuros e analisar o impacto que estes terão nas temperaturas. Escreverão um resumo do clima para o ano 2050! Os alunos também debaterão acções para ajudar a diminuir ou sensibilizar para os impactos causados pelo aumento das temperaturas. Antes de iniciar esta atividade, é importante avaliar os conhecimentos dos alunos conhecimentos dos alunos sobre os gases com efeito de estufa. Os alunos mais jovens podem iniciar a atividade assistindo ao o vídeo do Paxi sobre o efeito de estufa.

Sabia que?

O clima tem vindo a mudar há milhares de milhões de anos. Longos períodos de clima mais frio ou mais quente ocorreram muito antes de os seres humanos estarem no planeta para o influenciar. Os cientistas trabalham como detectives para descobrir como era o clima antigamente. Estes cientistas são chamados paleoclimatologistas. Utilizam pistas encontradas nos sedimentos dos lagos e oceanos, nos glaciares, nos fósseis e nos anéis das árvores para estudar o clima da Terra. A estação de investigação Concordia, na fria e seca Antárctida, é um dos postos humanos mais isolados da Terra e um local perfeito para investigar o passado climático do nosso planeta. Quando os paleoclimatologistas combinam a sua história reconstruída do clima da Terra com observações do clima moderno da Terra e as colocam em modelos informáticos, podem prever futuras alterações climáticas.

O poder da observação da Terra

Estamos todos intrinsecamente ligados à nossa Terra - desde as árvores que nos fornecem oxigénio, até às fontes naturais que moldam a nossa paisagem. O programa de observação da Terra da ESA está na vanguarda da monitorização...

Balanço global: como o espaço impulsiona a ação climática

Quase 200 países estão a reunir-se no Dubai para participar no maior evento climático do ano. No entanto, a COP28 - a cimeira das Nações Unidas sobre as alterações climáticas de 2023 - não é apenas mais uma conferência. Pela primeira vez,...

Imagens do espaço

Saiba como os satélites podem ajudar-nos a monitorizar o nosso planeta. Vídeo da ESERO Alemanha (em inglês).

O espetro eletromagnético - Introdução

Saiba mais sobre o espetro eletromagnético e como os satélites podem ver o invisível. Vídeo da ESERO Alemanha (em inglês).

Ajudar a gerir a água

Descubra como os satélites podem ajudar a recolher informações sobre os recursos hídricos em grandes áreas.