Tomando o pulso do planeta

Breve descrição

Neste conjunto de três actividades, os alunos aprenderão como os vários tipos de radiação electromagnética são utilizados para observar as mudanças no nosso planeta. A primeira atividade analisa as regiões do espetro eletromagnético e descreve como são utilizadas na observação da Terra. Na segunda atividade, os alunos aprendem sobre imagens de cores falsas e utilizam dados de um satélite de observação da Terra para criar essas imagens, a fim de explorar uma região em mudança. Na atividade final, os alunos combinam esta técnica com dados climáticos de outros satélites para produzir um relatório detalhado sobre uma grande inundação ou seca.

Assunto Geografia, Ciências, Ciências da Terra

Objectivos de aprendizagem
  • Enumerar as várias partes do espetro eletromagnético
  • Relacionar alguns destes tipos de radiação com os aspectos do sistema terrestre que podem ser utilizados para monitorizar
  • Explicar porque é que é útil recolher informação sobre estes aspectos do sistema terrestre
  • Descrever como as imagens a cores são criadas através da combinação de conjuntos de dados
  • Avaliar a utilidade de várias imagens de cores falsas
  • Utilizar dados de satélite para explorar as alterações numa região
  • Utilizar a aplicação Web Climate from Space para explorar as alterações na humidade do solo e outras variáveis
  • Combinar informações de várias fontes para criar um relatório sobre uma catástrofe natural recente
Faixa etária
11- 14 anos de idade
Tempo
aproximadamente 45 minutos por atividade
Recurso disponível em:
Atividade 1: Tomar o pulso ao planeta
Nesta atividade de compreensão, os alunos irão explorar a utilização de diferentes comprimentos de onda de radiação para monitorizar diferentes componentes do sistema climático da Terra. Pode ser utilizada como introdução ao espetro eletromagnético ou como apoio a trabalhos posteriores sobre as utilizações das várias partes do espetro. Os leitores mais experientes podem realizar esta atividade como um trabalho de casa autónomo.
Atividade 2: Ver com novas cores
Nesta atividade, os alunos aprendem como se criam imagens de satélite de cores verdadeiras e falsas. Em seguida, exploram uma alteração no ambiente e avaliam o melhor tipo de imagem de falsa cor a utilizar na monitorização dessa alteração. A tarefa de investigação é aberta e pode ser realizada individualmente em casa, se o acesso às TI o permitir, ou em pares ou pequenos grupos na aula.
Atividade 3: Explorar o clima a partir do espaço 
Nesta atividade, os alunos utilizam a aplicação Web "Climate from Space" para explorar as medições por satélite da humidade do solo e a forma como estas mudam ao longo do tempo. Utilizam estes dados, juntamente com outras informações da aplicação Web, do sítio Web utilizado na atividade anterior e da Internet, para elaborar um relatório sobre uma grande seca ou inundação.
Equipamento
  • Acesso à Internet
  • Aplicação Web "Climate from Space
  • Ficha de trabalho do aluno 3 (2 páginas)
  • Software de apresentação, de tratamento de imagens e/ou de tratamento de texto com o qual os alunos estão familiarizados
  • Materiais para fazer um cartaz (opcional)

Sabia que?

"O Mármore Azul" é o nome dado a uma fotografia do Planeta Terra tirada pela tripulação da Apollo 17. É uma das fotografias mais reproduzidas de todos os tempos. A água azul dos mares e oceanos domina a imagem, mas quando olhamos mais de perto, podemos distinguir muitas outras cores: o amarelo da areia do Sara, o verde escuro das florestas tropicais, o branco das nuvens sobre os oceanos e o gelo e a neve que cobrem a Antárctida. Fotografias como esta, tiradas com câmaras comuns, contêm uma grande quantidade de informação. Imagens semelhantes do espaço fazem agora parte da nossa vida quotidiana:
por exemplo, aparecem em muitas previsões meteorológicas televisivas. A imagem do Blue Marble mostra a Terra tal como a vemos a olho nu. Ao detetar a luz vermelha, verde e azul, os olhos humanos conseguem ver todas as cores do arco-íris. A maior parte da radiação do Sol é constituída por esta luz visível. Mas há muitas mais "cores" de radiação que não conseguimos ver. No seu conjunto, constituem o espetro eletromagnético. Os diferentes tipos de radiação electromagnética têm comprimentos de onda diferentes.

Imagens do espaço

Saiba como os satélites podem ajudar-nos a monitorizar o nosso planeta. Vídeo da ESERO Alemanha (em inglês).

Kit de alterações climáticas

Explore o kit interativo da ESA sobre alterações climáticas O kit sobre alterações climáticas a partir do espaço é um PDF interativo que conduz o leitor através...