Projetos de Detectives Clim√°ticos 2018-2019

Tópico do projecto: Mudanças climáticas

Título do projeto: As mudanças climáticas acontecem?

Equipe: Climatologistas da m√ļsica ¬†Projecto Altamente Recomendado

2018-2019¬†¬† Escola de M√ļsica de Vartholomio¬†¬† Vartholomio-Pyrgos, munic√≠pio de Ilia ¬† Gr√©cia ¬† 28 A idade do aluno: 12-13, 14-15


Resumo do projeto

A nossa equipa investigou os seguintes par√Ęmetros clim√°ticos: 1. As temperaturas m√©dias mensais da nossa regi√£o nos √ļltimos 30 anos. Cri√°mos os gr√°ficos relevantes e estud√°mos se os seus resultados eram estatisticamente importantes. 2. A quantidade mensal de chuva na nossa regi√£o nos √ļltimos 12 anos. Cri√°mos os gr√°ficos relevantes e estud√°mo-los. 3. As varia√ß√Ķes dos sedimentos do rio Pinheiros local, como um indicador das varia√ß√Ķes espaciais do rio. Monitoriz√°mo-las utilizando o EO Browser e o Google Earth. √Č de esperar que, quando chove, o rio adquira mais √°gua, pelo que a largura das suas margens aumenta. Isto significa que a magnitude do rio pode ser um indicador de uma potencial altera√ß√£o clim√°tica se, actualmente, variar de uma forma diferente do que no passado. A economia da nossa regi√£o baseia-se principalmente na agricultura, pelo que nos debru√ß√°mos sobre estas quest√Ķes, uma vez que a popula√ß√£o local afirma amplamente que a temperatura do ar aumenta continuamente, destruindo as culturas e permitindo o enorme aumento das popula√ß√Ķes de ervas daninhas e de insectos nocivos, e que a quantidade de chuva e as consequentes dimens√Ķes dos nossos rios mudam actualmente de forma r√°pida e estranha, causando muitas inunda√ß√Ķes violentas e a destrui√ß√£o dos campos. Estes fen√≥menos s√£o atribu√≠dos √†s altera√ß√Ķes clim√°ticas. Al√©m disso, calcul√°mos: 1. A nossa pegada ecol√≥gica, ou seja, quantos planetas precisamos para satisfazer todas as nossas necessidades se toda a gente viver como n√≥s. Atrav√©s deste procedimento, recebemos conselhos √ļteis para a terceira parte do nosso projecto "Detectives do Clima". 2. O aumento da temperatura provocado pela presen√ßa do g√°s de estufa CO2. Assim, compreendemos como as actividades humanas que libertam grandes quantidades de CO2 para a atmosfera s√£o perigosas para o clima.

Principais resultados

Temperaturas: Calcul√°mos uma tend√™ncia de aumento das temperaturas, mas estudando o Intervalo de Confian√ßa 95% de cada declive dos gr√°ficos relevantes (temperatura atrav√©s dos anos) cri√°mos: para os meses de Janeiro, Fevereiro, Mar√ßo, Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro existe uma probabilidade 95% deste aumento n√£o ser estatisticamente significativo, mas isto pode dever-se √† variabilidade inerente ao sistema clim√°tico. Para os restantes meses, existe uma probabilidade de 95% de este aumento ser estatisticamente significativo, provavelmente devido a altera√ß√Ķes clim√°ticas. Chuva: Infelizmente, os dados que conseguimos obter s√£o apenas dos √ļltimos 12 anos, pelo que as nossas conclus√Ķes n√£o nos podem dar conclus√Ķes estatisticamente fi√°veis. Abril, Outubro e Dezembro tornam-se menos chuvosos ao longo dos anos, em contraste com os outros meses. Janeiro e Novembro apresentam a maior tend√™ncia de aumento da quantidade de chuva. Rio Pinios: n√£o conseguimos confirmar uma estranha altera√ß√£o da magnitude do rio possivelmente devido a altera√ß√Ķes clim√°ticas, uma vez que n√£o existe um arquivo de imagens de sat√©lite de todos os dias, mas apenas de algumas datas. A experi√™ncia sobre o CO2: O CO2 tornou-se 1,6C mais quente do que o ar atmosf√©rico. Assim, se considerarmos as enormes quantidades de CO2 (290ppm em 2015) que os seres humanos libertam na atmosfera por ano, conclu√≠mos o qu√£o perigoso √© este g√°s para o aquecimento da atmosfera. Al√©m disso, embora estes aumentos de temperatura induzidos pare√ßam pequenos, temos de nos lembrar que, durante o √ļltimo per√≠odo glaciar, a temperatura m√©dia da superf√≠cie da Terra era apenas 4¬ļC inferior ao seu valor actual!!!! Portanto, estes pequenos n√ļmeros provocam enormes altera√ß√Ķes no clima. Pegada ecol√≥gica: Descobrimos que um estudante grego m√©dio precisa de 4,5 Terras para satisfazer todas as suas necessidades! No fim de contas, apesar de termos encontrado ind√≠cios de altera√ß√Ķes clim√°ticas, devemos ter muito cuidado: as altera√ß√Ķes clim√°ticas s√£o um processo natural e n√£o podemos atribuir o fen√≥meno obrigatoriamente √†s actividades humanas.

A√ß√Ķes para ajudar a amenizar o problema

O software de contagem das nossas pegadas ecol√≥gicas sugere solu√ß√Ķes/propostas para alterar o nosso modo de vida de modo a n√£o deteriorar o nosso ambiente natural e contribuir para as altera√ß√Ķes clim√°ticas causadas pelo homem. A nossa equipa tomou conhecimento destas propostas, discutiu-as exaustivamente e prop√īs mais solu√ß√Ķes. Fizemos um "contrato" em que nos comprometemos, enquanto cidad√£os, a reduzir a quantidade de carne que comemos, a pressionar as autoridades locais para que comecem a utilizar pol√≠ticas de sustentabilidade para a nossa cidade, a aumentar a utiliza√ß√£o de fontes de energia renov√°veis, caminhando mais, apagando as luzes quando o sol brilha, desligando os aparelhos quando n√£o os utilizamos, etc. Para sensibilizar outras escolas para as altera√ß√Ķes clim√°ticas, desenh√°mos cartazes inspirados no nosso tema e vot√°mos no melhor. Os cartazes est√£o em grego, mas enviamos-lhe o "vencedor" traduzido em ingl√™s. Copi√°mo-lo e oferec√™mo-lo a algumas outras escolas. Pela primeira vez na nossa escola, come√ß√°mos a reciclar. Em especial, estamos a recolher as tampas das garrafas de pl√°stico e, atrav√©s de uma empresa, vamos troc√°-las por uma roda de cadeira e oferec√™-las √† Uni√£o local de Cidad√£os com Defici√™ncia. At√© agora, j√° recolhemos tampas para 3 sacos grandes e alguns sacos.

Vídeo do projeto


Os projetos s√£o criados pelas equipes e elas assumem a responsabilidade total pelos dados compartilhados.
‚Üź Todos os projetos