Projetos de Detectives Clim√°ticos 2018-2019

Tópico do projecto: Clima Extremo

Título do projeto: CAUSAS e EFEITOS DA ARMAZENAGEM DESMONDIDA NO VALOR TYNE

Equipe: Espaço Tyne

2018-2019   Escola Secundária de Corbridge   Corbridge   Reino Unido   5 A idade do aluno: 10-11


Resumo do projeto

A Tempestade Desmond ocorreu no Norte de Inglaterra a partir de quinta-feira, 3 de dezembro, e terminou na ter√ßa-feira, 8 de dezembro de 2015. Foi um evento que chocou o Reino Unido, com uma precipita√ß√£o de 341,4 mm em 5 dias. Os ventos neste per√≠odo de tempo subiram at√© 130 km por hora. Estes ventos s√£o suficientemente fortes para danificar gravemente casas, propriedades e √°rvores maduras. O Desmond trouxe ar h√ļmido das Cara√≠bas para as Ilhas Brit√Ęnicas. Como resultado, a precipita√ß√£o do Desmond foi invulgarmente forte, tendo o Met Office designado o Desmond como um fen√≥meno meteorol√≥gico extremo devido √† precipita√ß√£o prevista.

Principais resultados

Investig√°mos as causas da tempestade, os seus efeitos e a forma como poder√≠amos mitigar este tipo de inunda√ß√Ķes no vale do Tyne no futuro atrav√©s da refloresta√ß√£o. Model√°mos como os solos podem absorver mais √°gua se forem plantados em vez de serem utilizados como charnecas de galos silvestres. Modela√ß√£o do evento de inunda√ß√£o Model√°mos o evento de inunda√ß√£o com uma variedade de recipientes - alguns com solo nu para representar as charnecas queimadas e outros com relva ou flores do prado para representar uma charneca "re-silvestre". Previs√£o Prevemos que o recipiente com mais plantas ter√° mais hip√≥teses de absorver mais √°gua. Equipamento 4 recipientes Tubos Sementes de relva Relva dos prados Regador 4 cilindros de medi√ß√£o M√©todo 1. Faz um furo em todos os 4 recipientes e coloca um tubo nos furos. 2. Encher todos os recipientes com composto 3. Semear as sementes nos recipientes; uma das caixas est√° cheia e feita com composto, a segunda caixa √© de relva, a terceira caixa √© de relva e sementes de prado, a √ļltima caixa √© de sementes de prado. E, em quarto lugar, reg√°-las-emos de dois em dois dias durante 4 semanas. 4. Deita-se √°gua sobre os tabuleiros e mede-se a quantidade e a velocidade de escoamento. Vari√°veis - A vari√°vel independente √© o facto de estarmos a mudar o tipo de solo. - A vari√°vel dependente √© que estamos a medir o crescimento das plantas e a quantidade de √°gua que foi absorvida pelas plantas e pelo solo. - As vari√°veis de controlo s√£o a quantidade de composto, a quantidade de sementes e a quantidade de √°gua derramada sobre o tabuleiro para imitar o evento de inunda√ß√£o. Resultados iniciais O escoamento no tabuleiro de terra nua foi instant√Ęneo, grande parte do solo perdeu-se, tornando a √°gua lamacenta - o que reduziria os nutrientes no solo. Os tabuleiros com relva ou plantas de prado n√£o tiveram qualquer escoamento superficial. A √°gua que se infiltrava no solo e escorria pelo tubo era l√≠mpida. Ainda temos um certo n√ļmero de medi√ß√Ķes a efetuar. Conclus√£o da investiga√ß√£o sobre modela√ß√£o A queima das charnecas de galos silvestres pode ser um fator que contribuiu para as inunda√ß√Ķes observadas durante a tempestade Desmond. Se fosse permitido o crescimento de plantas nas terras altas, haveria um escoamento menos r√°pido e uma maior prote√ß√£o do solo. Haveria ainda o benef√≠cio adicional de reduzir as quantidades de di√≥xido de carbono na atmosfera atrav√©s de uma menor queima de mat√©ria org√Ęnica e de uma maior absor√ß√£o do g√°s atrav√©s da fotoss√≠ntese.

A√ß√Ķes para ajudar a amenizar o problema

H√° uma enorme quantidade de investiga√ß√£o adicional que precisa de ser feita sobre a liga√ß√£o entre o aquecimento global e os fen√≥menos meteorol√≥gicos de grande impacto, como a tempestade Desmond. √Č muito prov√°vel que, com o aumento das temperaturas, a urbaniza√ß√£o, a constru√ß√£o em plan√≠cies aluviais, a subida do n√≠vel do mar e a desfloresta√ß√£o, as vidas humanas estejam cada vez mais em risco de inunda√ß√Ķes graves. A n√≠vel local, √© muito prov√°vel que tempestades como a Desmond voltem a ocorrer - e n√£o como um acontecimento "uma vez em 100 anos", mas com muito mais frequ√™ncia. S√≥ a an√°lise exaustiva de dados e a modela√ß√£o poder√£o ajudar a compreender este facto. Identific√°mos que a gest√£o da terra, como a queima das charnecas de galos silvestres, √© realmente m√° para o ambiente e est√° provavelmente ligada ao r√°pido escoamento e √†s inunda√ß√Ķes. Recomendamos que as terras altas e as charnecas de Northumberland sejam "reflorestadas" e plantadas com √°rvores e arbustos. Isto teria tr√™s vantagens: - O escoamento seria mais lento porque a √°gua √© fisicamente bloqueada pelos caules - A percola√ß√£o seria maior porque as ra√≠zes fazem a √°gua fluir para o solo - O di√≥xido de carbono n√£o seria libertado pelas queimadas - o que significa que haveria menos aquecimento global.


Os projetos s√£o criados pelas equipes e elas assumem a responsabilidade total pelos dados compartilhados.
‚Üź Todos os projetos